Translate

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Novo Livro

Iniciei o meu novo livro à alguns meses, até agora tenho as seguintes personagens Carolina, Samuel, Amélia, Isaías e Teófilo, conseguem imaginar que papel desempenha cada uma delas?

terça-feira, 19 de maio de 2015

as minhas marovas

Eu sou tão especial que devia ter um nome para a minha espécie rara. Ando a ver por aí muitas fotografias de cerejas e decidi partilhar as minhas, as minhas queridas marovas a quem sempre fui fiel. São cerejas pequeninas e nada gradas e nunca vi cerejas destas à venda em lado nenhum. Na casa dois meus avós há duas cerejeiras destas e tenho intenções de cuidar delas para que esta espécie não desapareça.
E porque é que sou uma espécie rara? Porque só gosto destas cerejas (eu talvez só goste de ser diferente)!

sábado, 16 de maio de 2015

Qual o problema da educação e outros assuntos

Após o meu anterior post um amigo publicou o que mais me pareceu uma dúvida. As pessoas que tem mau carácter são assim porque? Na sua visão (e pelo o que eu entendi) a culpa pode ser das mães e dos pais que não dão a melhor educação possível, contudo eu fico sem saber "será que é o sal que não salga ou a terra que não se deixa salgar" (é a educação que não é suficiente ou a criança que não aprende)?

No meu post contei uma história ficticia (que podia ser bem real) sobre uma rapariga violada e o meu amigo deu o caso do bulling, parte tudo do mesmo problema, porque é que as pessoas são assim?
Quanto ao prazer de forçar uma relação com alguém nada sei, contudo sei algumas coisas sobre bulling... Normalmente as pessoas estão habituadas a ouvir o lado das crianças que foram agredidas ou insultadas e nos últimos tempos comecei a pensar que seria importante contar o lado ao qual pertenci, eu já fui a pessoa que goza! Nunca bati em ninguém que não me tivesse batido antes, nunca fiz de ninguém um saco de pancada, mas penso que mexi com o lado psicológico de algumas pessoas... Porque é que o fiz? (na escola reina a lei da selva) Só gozava com outro para mostrar que era superior, para ganhar respeito, para mostrar que era forte, para ser aceite no grupo dos outros que também gozam...
Eu agora consigo ver o quão estúpido é, mas a verdade é que ou és o que agride ou és o agredido... É assim que as coisas funcionavam e continuam a funcionar.
Peço desculpa se estraguei as expectativas que alguém tinha de mim...
As vitimas de bulling são o elo mais fraco por várias razões:
  • Não se sabem defender;
  • São mais gordas que os outros;
  • São mais magras que os outros;
  • São mais feias que os outros;
  • Já sofreram na vida por outras coisas e isso mete-os logo à margem da selva;
  • Têm mais respeito e por isso não são capazes de pagar na mesma moeda;
  • São mais inteligentes que os outros.

Porque é que agora consigo perceber que tudo o que fiz é errado? (anos depois de tudo o que aconteceu pedi desculpas a quem fiz mal, nada apaga a dor que lhes causei, mas pode atenuar) Porque cresci! Isso é o problema de muitos jovens, não crescem o suficiente para um dia se tornarem adultos.

E para responder à pergunta que coloquei logo no início do meu texto: em mim, o sal salgava e a terra deixava-se salgar, mas as companhias corrompiam-me.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Um Filho de Ninguém

Jovem, porque vives assim? Vives agarrado ao vicio do tabaco, à ganza e à cerveja, mas porquê? És mais feliz assim? Como podes ser mais feliz se não te lembras do que fizeste?
Não sabes se foste violado ou se violaste, se vires a barriga daquela rapariga a crescer não sabes se és o pai, mas na tua mente tens uma vaga ideia de a ter arrastado para o beco onde costumas defecar quando estas embriagado... Talvez ela nem se lembre, pelo menos é suposto não se lembrar, tu calculaste bem quantidade de droga precisavas de por na bebida para que ela não se lembre da tua cara! Não terás problemas, ela já desapareceu na rua e nem olhou duas vezes por ti! Provavelmente nem foste o único que se aproveitou dela naquela noite, depois de lhe rasgares as roupas e a deixares desmaiada em cima da porcaria quantos não se terão aproveitado dela?
Mas a culpada é ela, porque é que ela tinha aquele corpinho de sereia... aquela carinha de santa que te encanta... e aquela roupa de prostituta? Ela é que se ofereceu e tu aceitaste a oferta! A culpa não é tua! É toda dela! Foi ela que te provocou!
E se agora eu te disse que ela só tem 15 anos? O que é que vais fazer? E se eu te disser que eu vi tudo? E se eu disser que fui eu que te deixei esse olho negro? E se eu te disser que vão descobrir que aquele filho é teu? Vais fazer o quê?
Eu vou ajudar-te, tem calma, eu não vou dizer nada... Não vou dizer nada que te livre das consequências, vou empurrar-te pelo caminho que escolheste, vou abrir-te as postas do inferno! É aí que tu mereces estar!
Ela foi inconsciente porque mostrou o que não devia e tu? E tu? Tu que não foste o que devias ser! Tu és adulto! Porta-te como deve ser! Não a devias ter violado! Tu não sabes que não podes ter tudo o que vês? Não sabes isso? Então espero que no teu futuro encontres essa lição! E no que depender de mim, vais aprende-la no inferno...


aquela frase...


terça-feira, 5 de maio de 2015

Mudança de Nome

Olá leitores, venho por este meio avisar que a partir de agora vou deixar de assinar como Joana Silva e passar a assinar por Joana C. Silva.
Foi uma amiga que me deu este conselho e eu achei que faz todo o sentido, por isso não se esqueçam que os nomes são diferentes mas a autora é a mesma.

Tenham uma boa semana :)